No sábado, dia 17 de Abril, foi um dia especial para a modalidade 3 toques no Rio Grande do Sul com a iniciativa da AVFB - Associação Viamonense de Futebol de Botão, supervisão da CBFM - Confederação Brasileira de Futebol de Mesa, apoio da FGFM - Federação Gaúcha de Futebol de Mesa e patrocínio da Fábrica de Craques, realizamos o 1° Workshop da Modalidade, com os palestrantes convidados, Marcus Motta, Atleta do Tupi/MG e Diretor Jurídico e de Expansão da CBFM, e o experiente botonista Marcelo Caju da AFUMEPA/RS, juntamente com 12 botonistas de 3 entidades gaúchas. Salientamos que, por estamos passando por uma pandemia, o número de participantes, e convidados, foi reduzido. Mantendo todo o protocolo sanitário necessário a realização do workshop, assim como distanciamento entre os participantes. 

Os participantes do evento foram conhecer de perto todos os segredos da modalidade 3 toques com aulas teóricas, onde palestrantes mostrar um pouco de suas experiências na regra como também em competições.  Após,  fomos à demonstração na prática, onde foram orientados em cada jogada que eram realizadas. Após 7 horas de workshop, foram  entregues a todos os participantes uma apostila e livro de regras (início) e certificado de participação, podemos dizer que modalidade 3 toques veio para ficar.

Segundo palavras de Marcus Motta: “A receptividade foi excelente, tinha uma turma bem interessada, e acredito que nós tenhamos em breve condições de disputar um torneio interestadual em Viamão”.

A AVFB já projeta um Municipal Viamonense na modalidade. O Zona Sul de Porto Alegre, também confirmou implantação da modalidade em suas competições internas,  segundo afirmou o presidente Mário Bürgel: “O próximo passo é programar uma competição "aberta", e quem sabe o 1° Estadual ou um centro-sul para que os gaúchos conheçam mais a competitividade da modalidade”. 

O diretor técnico da AVFB, Anderson Ávila, informou que na próxima edição o seu maior torneio aberto, Figueirão, a modalidade 3 Toques estará presente.

Segundo palavras do Vice-Presidente da Modalidade 3 Toques, Marcos Damázio: “Existem projetos alinhados e bem adiantados em outros Estados, usando a nosso favor esse hiato involuntário de competições para fomentar e divulgar a modalidade em espaços novos, e com isso angariar novos adeptos para a modalidade 3 toques. Parabéns a todos os envolvidos no trabalho de expansão e fomento da modalidade em todo território nacional. ”

A AVFB agradece a presença de todos, em especial ao vice-presidente da CBFM, Marcos Damázio e presidente da FGFM, Luis Lima.