Após um árduo período, de mais de uma semana, em todos os turnos, caracterizado por reuniões e debates, em respeito a inúmeros compromissos públicos e privados envolvidos, anunciamos que a Confederação Brasileira de Futebol de Mesa (CBFM) e as Federações do Espírito Santo (ES), Rio de Janeiro (RJ), Santa Catarina (SC) e Rio Grande do Sul (RS) decidiram pelo adiamento da Edição 2020 do Centro-Sul Brasileiro, evento que ocorreria entre os dias 21/22 de março no município de Caxias do Sul (RS).

Oportunamente, a nova data de realização do evento será anunciada pela Confederação Brasileira de Futebol de Mesa. A Sede (Caxias do Sul/RS) e local (D'all Onder Axten Hotel) estão mantidos, assim como as condições para hospedagem dos atletas que confirmarem suas presenças.

A decisão tem suporte nas já conhecidas e reiteradas recomendações dos poderes públicos e autoridades da área de saúde da União, de diversos Estados e, especificamente para o Centro-Sul 2020, de Decreto expedido pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul e, ainda, pelas advertências do Gabinete de Crise, instituído pelo Prefeito Municipal de Caxias do Sul/RS na última sexta-feira, 13/03/2020.

O cenário que se estabeleceu nas regiões Sul e Sudeste do Brasil, com a confirmada disseminação da COVID-19, e as perspectivas de agravamento da crise, inevitavelmente, iriam impor uma série de dificuldades aos atletas participantes, absolutamente invencíveis e alheias às suas vontades, no caso da manutenção do evento Centro-Sul 2020 .

Ademais, a decisão de adiamento também se coaduna com a necessária demonstração de solidariedade coletiva que nossas entidades representativas e atletas podem adotar neste momento de confirmada disseminação da COVID-19 nessas regiões do país.

No mesmo sentido, restam suspensos e sujeitos à remarcação/confirmação de datas os seguintes eventos:
a) AGE constante do Edital 002/2020.
b) competições oficiais previstas no Calendário 2020 da Federação Gaúcha de Futebol de Mesa (FGFM).

Agradecemos a compreensão, apoio e a paciência manifestados por cada um dos Presidentes dos nossos Clubes integrantes da Assembleia Geral da FGFM, assim como dos Presidentes de Federação envolvidos, que demonstraram elevada responsabilidade e espírito de corpo, aplacando a ansiedade geral nesse período, em respeito ao necessário tempo requerido pela tomada de decisão oficial.

Paulo Degani - Vice-presidente Regra 1 Toque - CBFM
Luis Lima - Presidente da FGFM