Foi disputado no último final de semana, dias 09 e 10/06, o XXVIII Campeonato Mineiro Interclubes. A competição aconteceu na sede do Grêmio Mineiro, salas 422 e 424 do Ginásio Mineirinho em Belo Horizonte-MG.

Ao todo, estiveram presentes 11 (onze equipes) representando os seguintes clubes: Grêmio Mineiro e Liberdade (Belo Horizonte), Tupi (Juiz de Fora), Pequeriense / ACFB (Pequeri) e Caraça (Santa Bárbara).

Na primeira fase, as onze equipes enfrentaram-se em turno único, todas contra todas. As oito primeiras estariam classificadas para as quartas-de-final da Taça de Ouro, enquanto as demais disputariam a Taça de Prata.

Classificaram-se para as quartas as equipes A, B e C do Grêmio, A e B do Liberdade, A e B do Tupi, além do Pequeriense / ACFB. As equipes D e E do Grêmio e o Caraça classificaram-se para a Taça de Prata.

Após intensas disputas, os confrontos das semifinais marcaram o encontro entre as equipes do Tupi A  e do Liberdade A, além de Grêmio Mineiro A e Liberdade B. Tupi A e Grêmio Mineiro obtiveram a classificação, habilitando-se para grande final.

Assim, o campeonato mineiro interclubes de 2018 seria decidido em um dos clássicos mais tradicionais do estado. Os confrontos da final foram os seguintes:

Vander Felipe (Grêmio Mineiro A) x Marcus Motta (Tupi A)

Leonardo Monteiro (Grêmio Mineiro A) x Leonardo Stumpf (Tupi A)

Gustavo Lopes (Grêmio Mineiro A) x Leandro Benício (Tupi A)

 

E não faltou emoção! Com várias alternâncias no placar, o título foi decidido no último chute do jogo entre Heavy e Leco. Gol de Gustavo Heavy e Grêmio campeão mineiro interclubes 2018! Final: Grêmio Mineiro 1 x 0 (Vander 2 x 1 Marcus / Leo Monteiro 2 x 2 Leo Stumpf / Heavy 2 x 2 Leco).

Parabéns ao Grêmio Mineiro, um dos mais tradicionais clubes da modalidade, que conquistou esse título de forma brilhantemente invicta e sem perder uma partida individual sequer, ou seja, sem levar um único “gol”!

Caçula da modalidade, O Caraça de Santa Bárbara fez bonito e de forma não menos brilhante, sagrou-se campeão da Taça de Prata.

A classificação final da competição ficou assim:

 

PG

PP

SG

V

E

D

GP

GC

J

%

SGI

GPI

GCI

GRÊMIO MINEIRO - A

24

0

15

8

0

0

15

0

8

100%

33

42

9

TUPI - A

18

6

12

6

0

2

14

2

8

75%

21

32

11

LIBERDADE - A

13

5

8

4

1

1

11

3

6

72%

23

32

9

LIBERDADE - B

12

9

2

4

0

3

9

7

7

57%

13

21

8

TUPI - B

9

6

3

3

0

2

9

6

5

60%

5

20

15

PEQUERIENSE/ACFB

7

8

1

2

1

2

6

5

5

47%

5

13

8

GRÊMIO MINEIRO - B

3

12

-3

1

0

4

4

7

5

20%

7

18

11

LIBERDADE - C

3

15

-10

1

0

5

2

12

6

17%

-15

10

25

CARAÇA

9

12

-5

3

0

4

7

12

7

43%

-33

12

45

GRÊMIO MINEIRO - C

6

15

-8

2

0

5

4

12

7

29%

-19

11

30

GRÊMIO MINEIRO - D

0

18

-15

0

0

6

1

16

6

0%

-40

1

41