No último final de semana, dias 19 e 20/08, foi disputada a mais importante competição individual da modalidade Bola 3 Toques, o Campeonato Brasileiro. Esse ano, o evento ocorreu na sede do Grêmio Mineiro, sala 422 do Ginásio Mineirinho em Belo Horizonte.

Ao todo, foram 56 (cinquenta e seis) atletas que, na primeira fase, foram divididos em 8 (oito) grupos de 7 (sete), classificando-se os 4 (quatro) primeiros colocados de cada grupo para a sequência do certame. Estiveram representadas, além de Belo Horizonte, as cidades do Rio de Janeiro-RJ, Botucatu-SP, Brasília-DF, Juiz de Fora-MG, Pequeri-MG e São José do Rio Preto-SP.

Após os jogos da fase classificatória, trinta e dois atletas seguiram na disputa da Taça de Ouro e os demais foram em busca da Taça de Prata e da Taça Bronze.

A partir da segunda fase até a final, os atletas qualificados passaram a disputa do “mata-mata”. Após os confrontos de 16 avos de final e das oitavas de final, as quartas-de final ficaram assim definidas:

 

Lorival Ribeiro (Liberdade-MG) 2 x 0 Juliano Gomes (América-SP)

Léo Monteiro (Grêmio Mineiro) 0 x 2 Marcus Motta (Tupi-MG)

Beto Magrini (América-SP) 0 x 1 Carlos Henrique (Liberdade-MG)

Paulo Marcos (Tupi-MG) 0 x 1 Léo Stumpf (Tupi-MG)

 

Dessa forma, a semifinal marcou dois gigantescos confrontos: de um lado, o choque de super campeões Lorival Ribeiro e Marcus Motta. Do outro, uma disputa recheada de histórias, entre Leonardo Stumpf e Carlos Henrique Garcia.

Lorival venceu Marcus por 2 x 0, enquanto Leonardo Stumpf bateu seu adversário pelo placar apertado de 1 x 0. Dessa forma, depois de 11 anos repetia-se a final do campeonato brasileiro individual de 2006 disputado em São José do Rio Preto-SP: Lorival Ribeiro x Leonardo Stumpf. Na ocasião, Stumpf havia se sagrado campeão.

O enredo, contudo, seria diferente dessa vez. Lorival impôs ao seu adversário um incontestável 4 x 1, conquistando, de maneira brilhante, seu sétimo título de campeão brasileiro e consolidando-se cada vez mais como o maior vencedor individual da história da modalidade.

Antônio Carlos Almeida da AABB conquistou a Taça de Prata enquanto que Breno Castilho do Grêmio Mineiro levou para casa a Taça de Bronze.

A classificação final da competição ficou assim:

CLASSIFICAÇÃO GERAL PG PP SG V E D GP GC J %
Lorival Ribeiro 31 2 23 10 1 0 30 7 11 93,9%
Léo Stumpf 24 9 8 7 3 1 18 10 11 72,7%
Carlos Henrique 20 10 14 6 2 2 21 7 10 66,7%
Marcus Motta 19 11 14 6 1 3 23 9 10 63,3%
Léo Monteiro 22 5 12 7 1 1 16 4 9 81,5%
Beto Magrini 19 8 9 6 1 2 18 9 9 70,4%
Paulo Marcos 19 8 9 6 1 2 15 6 9 70,4%
Juliano Gomes 15 12 8 4 3 2 15 7 9 55,6%
Adolpho Parente 17 7 13 5 2 1 17 4 8 70,8%
10º Paulo César 15 9 -1 5 0 3 9 10 8 62,5%
11º Eduardo Guerra 14 10 4 4 2 2 19 15 8 58,3%
12º João Eduardo 14 10 1 4 2 2 7 6 8 58,3%
13º Léo Duguet 13 11 1 4 1 3 11 10 8 54,2%
14º Pablo Sidarta 13 11 2 3 4 1 9 7 8 54,2%
15º Rodrigo Caruso 11 13 -2 3 2 3 9 11 8 45,8%
16º Alcides Figueira 10 14 0 2 4 2 12 12 8 41,7%
17º Vander Felipe 13 8 9 4 1 2 16 7 7 61,9%
18º Diego Américo 13 8 2 4 1 2 12 10 7 61,9%
19º Henrique Madeira 12 9 8 3 3 1 18 10 7 57,1%
20º Luciano Rosas 12 9 4 3 3 1 13 9 7 57,1%
21º Thiago Stephan 12 9 4 3 3 1 11 7 7 57,1%
22º Bruno Valle 11 10 1 3 2 2 10 9 7 52,4%
23º Leandro Benício 10 11 -5 3 1 3 8 13 7 47,6%
24º Ricardo Machado 10 11 2 2 4 1 7 5 7 47,6%
25º Fred Borja 10 11 2 2 4 1 6 4 7 47,6%
26º Marcos Damázio 10 11 -2 2 4 1 9 11 7 47,6%
27º Marcelo Vasques 9 12 -3 3 0 4 8 11 7 42,9%
28º Marco André 9 12 -4 2 3 2 5 9 7 42,9%
29º Altanir Júnior 8 13 3 2 2 3 8 5 7 38,1%
30º Gustavo Heavy 8 13 -4 2 2 3 9 13 7 38,1%
31º Armando Mercadante 7 14 -1 1 4 2 5 6 7 33,3%
32º Renato Negreiros 6 15 -6 2 0 5 9 15 7 28,6%
TAÇA DE PRATA                    
Antônio Carlos 19 11 17 6 1 3 24 7 10 63,3%
Nando Ferreira 17 13 9 5 2 3 24 15 10 56,7%
Bruno Mestre 14 13 0 4 2 3 10 10 9 51,9%
Cláudio Figueiredo 12 15 -3 3 3 3 11 14 9 44,4%
Igor Guarilha 9 15 1 3 0 5 10 9 8 37,5%
Sérgio Burnier 8 16 -3 2 2 4 8 11 8 33,3%
Marcelo Virgilio 8 16 -7 2 2 4 7 14 8 33,3%
Marcelo Aranha 7 17 -4 1 4 3 8 12 8 29,2%
Marcelo Izalci 7 14 0 2 1 4 12 12 7 33,3%
10º Fernando Vianna 7 14 -8 2 1 4 10 18 7 33,3%
11º José Pires 6 15 -2 1 3 3 5 7 7 28,6%
12º Bernardo Pires 6 15 -3 1 3 3 4 7 7 28,6%
13º Cláudio Araújo 6 15 -4 1 3 3 3 7 7 28,6%
14º Rodrigo Terô 6 15 -8 1 3 3 6 14 7 28,6%
15º Vinícius Amaral 5 16 -7 1 2 4 4 11 7 23,8%
16º Wendel Cordeiro 4 17 -8 1 1 5 4 12 7 19,0%
TAÇA DE BRONZE                    
Breno Castilho 10 17 2 2 4 3 9 7 9 37,0%
Rafael Pena 9 18 -3 2 3 4 8 11 9 33,3%
Paulo Geovane 6 18 -6 2 0 6 6 12 8 25,0%
Allan Oliveira 6 18 -13 2 0 6 4 17 8 25,0%
Carlos Magno 1 20 -18 0 1 6 2 20 7 4,8%
Thiago Silva 0 21 -14 0 0 7 3 17 7 0,0%
Alfredo Cavalleiro 0 21 -15 0 0 7 4 19 7 0,0%
Rodrigo Tuba 0 21 -28 0 0 7 1 29 7 0,0%

 

O próximo compromisso nacional da modalidade será a Copa do Brasil de Clubes em Teresópolis-RJ, nos dias 25 e 26/11.

        

Clique aqui para fazer o download do resumo técnico da competição: