Foi realizada nos dias 08/09 e 10 de Outubro na cidade de Antofagasta no Chile a VII Copa Sul-Americana. A competição foi disputada nas modalidades internacionais Bola 12 Toques e Subbuteo no Colégio Eben Ezer.

A “Copa Libertadores” do futebol de mesa teve início no dia 08, com a disputa das competições da modalidade Bola 12 Toques.

Jefferson Genta da SE Palmeiras conquistou seu segundo título sul-americano (havia vencido antes em 2014) ao derrotar na final o Chileno Marco Galindo da CABAMI. Na disputa pela terceira colocação o vascaíno Fernando Ferreira derrotou Claudio Murcilli do Rosário da Argentina. Paralelamente foi realizada a Copa Deserto do Atacama, que teve Alex Bahr do Palmeiras como campeão, Nicolas da Cabami – Chile em 2º, Paulo Michilin do Palmeiras na 3ª colocação.

Na disputa Interclubes o CR Vasco da Gama se sagrou campeão ao derrotar a SE Palmeiras pelo placar de 2×1 em uma partida decidida apenas nos últimos chutes após o toque do cronômetro. A equipe da CABAMI (Chile) terminou na 3ª colocação e o Rosário (Argentina) na 4ª colocação.

No confronto entre seleções o Brasil chegou ao pentacampeonato, derrotando as seleções da Argentina (4×0) e Chile (3×0). Argentina e Chile empataram em 2×2, resultado que deu o vice-campeonato a seleção Chilena.

No dia 09 foram realizadas as disputas da modalidade Subbuteo. Flávio Riccomagno da CABAMI (CHI) conquistou seu segundo título sul-americano (havia vencido em 2014) ao derrotar na final a jovem promessa argentina Renato Murcilli do Rosário. Na disputa pela 3ª colocação, após empate no tempo normal, Paulo Michilin do Palmeiras superou Daniel Matos do Vasco da Gama na disputa de “shout outs”. Na disputa da Copa Deserto do Atacama, Igor Quintaes do Vasco da Gama ficou com o título ao derrotar Gonzalo Gomes do Rosário na final. Jefferson Genta do Palmeiras completou o pódio com a 3ª colocação.

Na disputa Interclubes o Rosário da Argentina chegou ao seu terceiro título ao vencer o CR Vasco da Gama na final pelo placar de 1×0. Palmeiras e CABAMI terminaram respectivamente na 3ª e 4º colocações.

No confronto entre as seleções, Argentina e Brasil superaram o selecionado Chileno que terminou com a 3ª colocação. Na grande final, muita expectativa, pois cada seleção tinha conquistado até o momento 3 (três) sul-americanos. E como não poderia deixar de ser, o duelo foi tenso e bastante equilibrado, no final vitória brasileira pelo placar de 1×0.

No dia 10, foi realizado um City Tour pela cidade de Antofagasta e pelo Deserto do Atacama. Ao final do dia, a Confederação Sul-Americana de Futebol de Mesa definiu a cidade de Córdoba na Argentina como sede do VIII Campeonato Sul-Americano.


Texto: Marcelo Lages Ramalhete (Diretor Executivo Regras Internacionais - CBFM)
Fonte: Site da FEFUMERJ