O Santa Cruz encerra o ano com mais uma conquista para sua galeria.E a conquista não veio do futebol como nós estamos acostumados a ver. Desta feita, foi campeão de futmesa, na regra nacional (1 toque), após vencer numa final épica a forte equipe do Sport , numa melhor de três, dentro da Ilha do Retiro. 

O título foi emblemático para a equipe Coral. Em primeiro lugar, o time Tricolor não era o favorito. Em segundo lugar, o título foi conquistado no terreno do rival e de virada. E mais, foi uma revanche, pois em 2014, o adversário venceu, nos pênaltis, dentro do Arruda, na Sala Constantino Barbosa. 

A equipe adversária tinha em suas fileiras dois campeões pernambucanos e fez valer o favoritismo na primeira partida, impondo um 3x0, aos atletas corais. A partir daí, os atletas Hélio "Golaço" Ferreira, Travassos e Marcelo Pitanga (Aluísio e Pádua ficaram na reserva), mudaram a estratégia e ainda incorporaram a gana que serve de base ao clube em todos os desportos. 

Seriam necessárias duas vitórias, pois bastava um empate para o Sport, pois tinha um saldo positivo de três. E as vitórias vieram com muita superação. Um duplo 2x1, garantiu a festa em três cores. Além do título, o Santa Cruz ainda garantiu vaga para disputar o Brasileiro, a ser disputado em Florianópolis. 

O presidente do clube, Alírio Moraes parabenizou o Departamento de Futmesa Coral, afirmando que até no futmesa é um time de guerreiros. O belo troféu vai ser entregue ao presidente e deve ser exibido, em breve, na Sala de Memória Dirceu Paiva. 

Augusto Gaia (representante da FPFM) entrega troféu aos atletas titulares do Santa Cruz: Hélio Golaço, Travassos e Marcelo Pitanga.

A equipe completa do Santa Cruz(foto da capa): Marcelo, Travassos, Hélio, Pádua e Aluisinho.